Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Imago

                  

Em certos momentos de inquietude, ponho de parte alguns pedaços ínfimos de verdade, abomino a aceitação calada de algumas das fronteiras que a natureza humana impõe, recuso o auto-sacrifício de me avassalar à pasmaceira imposta pela mesquinhez dos limites. Cerro as pálpebras e vejo mundos em construção, vórtices de energia dominando as paisagens desassossegadas pela concepção de alternativas inventadas. Interiorizo-me, a procura da essência sendo levada a um extremo que me esgota e extasia, examino cada recanto do meu ser, consciente de que muito mais se esconde nos subterrâneos inacessíveis, os vislumbres de um palco, de um actor solitário manipulando fios suspensos de pernas para o ar e o reflexo de um títere imago de mim mesmo indiciando a peça que é representada no anfiteatro sem luz do Id. Não me reconheço em reproduções meramente tridimensionais, a translucidez do tempo e as etéreas linhas de causalidade ou de casualidade assumindo uma relevância exasperantemente manifesta, muito antes da alvorada ou pouco depois do pico solar, o equador de quem sou transmutando-se em frialdade polar… Ou ao contrário, nem sei bem…

Vídeo: VjXoe Cosmic Gate (Thievery Corporation) (www.youtube.com/watch?v=ek4C1E-z5tw)


publicado por V.A.D. às 23:58
link do post | favorito
De **** a 17 de Fevereiro de 2008 às 17:19
“...recuso o auto-sacrifício de me avassalar à pasmaceira imposta pela mesquinhez dos limites” – algo que nos esquecemos de recusar com demasiada frequência...

“Cerro as pálpebras e vejo mundos em construção” – é reconfortante, por vezes, fazê-lo. O universo exterior é descomunal - descomunalmente imenso, interessante, maravilhoso – contudo o nosso universo interno não lhe fica atrás. Prova disso é o teu energético texto, que “esgota e extasia”. Adorei a paradoxal metáfora do actor num palco, em parte porque tenho um especial gosto por teatro, em parte porque me identifico um pouco com esse estranho vislumbre, em parte porque realmente está fantástica.

Quando a tentamos examinar cada recanto do ser é uma ideia fantástica... devemos ser uma figura geométrica com tantos cantos que já tomámos mais o aspecto de esfera.

Beijos,

Sophia


De V.A.D. a 17 de Fevereiro de 2008 às 23:18
É verdade, amiga. Vezes demais, deixamo-nos moldar à pasmaceira acéfala que nos tentam impor, esquecendo que somos capazes de ir mais além, desistindo de questionar e de procurar respostas para alguns dos enigmas existentes no nosso mundo, interior ou exterior.

Vejo-me muitas vezes como um títere, comandado pelos instintos ou pelas circunstâncias que não domino nem consigo prever. Percebo-me também como um actor que se vê acorrentado ao que se convencionou ser o guião, mas que não desiste de criar as suas próprias falas, numa tentativa de criar um final alternativo, que pretende melhor... :-)

Acredito que só somos capazes de perceber os outros se nos percebermos a nós próprios. Mesmo sabendo da dificuldade, não me escuso a um olhar introspectivo e verifico, como muito bem dizes, que sou um sólido poliédrico de infindas faces, cheio de complexidades mas também de alguma transparência... :-)

Agradecendo as tuas agradabilíssimas palavras, desejo-te uma óptima noite e uma semana magnífica!

Um beijo e um enormeeeeeeee sorriso... :-)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds