Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

Fedor

“Alimento-me de ilusões, vivo dominado por desejos. Amiudadamente, crio ao meu redor um Universo de ficção, convencendo-me da minha bondade, quando aquilo que quero não passa de uma manifestação egoísta de amor-próprio, a vontade de olhar o próprio umbigo sobrepondo-se à regularidade ponderada de uma existência serenamente inquieta. Nessas alturas, um louco insinua-se no interior do meu crânio, ainda que por breves instantes, conspurcando, fazendo do meu espírito um lugar sebento, a imundície da sua actividade desvairada deixando na atmosfera o odor pútrido do destempero, os corredores repugnantes da perversidade, desselados momentaneamente, pejando-se de fantasmas e tesouros amaldiçoados, sanguessugas e vermes de vorazes e acres apetites. Grutas sulfurosas e labirínticos subterrâneos servem-lhes de morada, negrumes escuros, escorrendo pelas paredes da mente adoecida, são rasgados pela vermelhidão atroz do sangue infecto, a infinita complexidade e horror da condição humana sendo-me revelada pela natureza reptiliana do subconsciente. E depois, imobilizando-me, esforço-me por expulsar aquele agoniante fedor dos meus pulmões…”

V.A.D. em Fedor

Imagem: Obnóxio (http://www.spirit-of metal.com/les%20goupes/A/Attitude%20Adjustment/The%20Good,%20The%20Bad,%20The%20Obnoxious/The%20Good,%20The%20Bad,%20The%20Obnoxious.jpg)

música: Creep (Radiohead)

publicado por V.A.D. às 02:36
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Emanuela a 2 de Fevereiro de 2008 às 00:49
Creio que com este post, chegaste ao limite da tua insanidade. Assumindo este papel com tamanha perfeição, agora só te resta internar-te para a desintoxição e posterior cura.
Desculpa. Não resisti a brincar.
E agora falando sério: o que me levaste a ver foi uma pessoa completamente dominada por todo tipo de vícios. Fantástica a forma como o fizeste.
E sei que há muitas formas de sermos dominadas por eles.
Um beijo.


De V.A.D. a 3 de Fevereiro de 2008 às 00:59
Ehehehe, amiga, desconheço os limites, por isso não sei se já os atingi ou não... :-)
O esteve subjacente ao texto foi a constatação de que somos feitos de inconstância, a complexidade da condição humana trazendo algumas vezes uma espécie de loucura temporária, o nosso espírito sendo atravessado por pensamentos estranhos e caóticos... Felizmente, estes momentos não são frequentes, mas tenho plena consciência de que não estou livre de os viver... :-)
Desejo-te uma óptima noite e um domingo magnífico!

Um beijo... :-)


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Mahabharata महाभारत

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

.arquivos

. Agosto 2019

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds