Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

O Velho

                  

Sobre a planura desértica, um halo de radiância avermelhada afundava-se no negrume frio do céu estrangeiro, poucos graus acima do horizonte longínquo. Curvado sob o peso da carga, um ente antropomórfico caminhava lentamente na penumbra, os pés arrancando torvelinhos de poeira da secura de um chão tão morto quanto o próprio mundo, a sua fantasmagórica sombra esboçando-se sobre o solo pedregoso em contornos esbatidos, desdizendo a quietude da paisagem numa efémera afirmação de vida, as roupas pesadas e puídas toldando-lhe os movimentos e conferindo-lhe uma aparência pouco humana. A intervalos regulares detinha-se, o tronco rodando, a cabeça enviesada perscrutando o trilho já percorrido em jeito de avaliação, o sopesar do esforço numa tentativa de perceber o resultado, a respiração ofegante traduzindo a fadiga de incontáveis dias. Houvera um tempo antes e ele fora dono da existência, nenhum caminho parecendo demasiado penoso, nenhuma energia querendo ser definitivamente exaurida num bafejo vazante de renúncia. Agora, o arrebatamento de outras épocas desaparecera, esmagado pelo inelutável escorrer das décadas, cada passo representando a aproximação do término. Deitou-se, deixando que por fim as trevas desencorajadoras o envolvessem num silêncio gritado em suspiros de resignação, a meditação sobre o que o trouxera à Terra enchendo de débeis pensamentos a mente prostrada. O velho, fechando os olhos lacrimejantes, deixou-se finalmente levar…

Vídeo: Old Man (Neil Young) (http://www.youtube.com/watch?v=Vef03k5i8VI)


publicado por V.A.D. às 01:26
link do post | favorito
De Emanuela a 23 de Janeiro de 2008 às 00:01
Tuas palavras tornam o texto tão forte, como se de fato tivésses vivido toda a experiência...
Um beijo!


De V.A.D. a 23 de Janeiro de 2008 às 01:45
Amiga, felizmente não vivi a experiência mas, na minha imaginação, há finais assim, a perseverança assumindo um papel crucial, a desistência sendo recusada até à inevitabilidade... Admiro os velhos que teimam em continuar a caminhada, ainda que as dificuldades lhes pesem cada vez mais...
Desejo-te uma excelente noite, amiga!

Um beijo... :-)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds