Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Contos do Insólito

“Amo a noite com paixão, com um amor instintivo, profundo, invencível. Amo-a com todos os meus sentidos, com os olhos que a vêem, com o olfacto que a respira, com os ouvidos que a escutam em silêncio, com toda a minha carne que as trevas acariciam. As calhandras cantam ao sol, ao ar azul e quente, ao ar ligeiro das manhãs claras. O mocho foge na noite, mancha negra que passa através do espaço escuro e, alegre, embriagado pela negra imensidade, solta o seu grito vibrante e sinistro. O dia cansa-me e entedia-me. È brutal e ruidoso. Levanto-me a custo, visto-me com lassidão, saio com mágoa, e cada passo, cada movimento, cada gesto, cada palavra, cada pensamento cansa-me como se levantasse um fardo esmagador. Mas quando o sol desce, uma alegria confusa, uma alegria de todo o meu corpo invade-me. Desperto, animo-me. À medida que a sombra aumenta, sinto-me outro diferente, mais jovem, mais forte, mais vivo, mais feliz. Vejo a grande sombra suave caída do seu a espessar-se: afoga a cidade, como uma onda imperceptível e impenetrável; oculta, apaga, destrói as cores e as formas. (…) Um impetuoso, um invencível desejo de amar acende-se-me nas veias.”

Excerto de A Noite, de Guy de Maupassant, um dos melhores contistas franceses de sempre. Nascido em 1850, viria a falecer aos 42 anos, após tentativa de suicídio, resultante de perturbações causadas pela sífilis. Em parte da sua vasta obra, Maupassant envereda pela exploração do terror e do macabro, em óbvio paralelismo com a sua própria descida ao inferno da loucura.

Imagem: Noite (www.konect.org/blog/images/nuit.jpg)

música: Numb (Linkin Park)

publicado por V.A.D. às 02:28
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds