Sábado, 1 de Março de 2008

Cidónia (VI)

“A fabulosa estrutura agigantava-se, a idêntica aparência de basalto vulcânico com elevado teor de óxidos de ferro proporcionando o característico e omnipresente vermelho, o cerro projectando a sua sombra sobre o veículo que se aproximava velozmente, o contorno perfilado a oeste revelando lineamentos antropomórficos sobre o céu amarelo-acastanhado. O Sol achava-se uma dezena de graus acima do horizonte, ainda longe do zénite, quando saltámos ansiosamente para o solo, o polvilho ocre assentando sobre as botas, os olhos visando de imediato a manifesta anormalidade que se nos afigurou como a mais incontestável das provas. Na reentrância de uma escarpa, escondidos dos olhos electrónicos que iam povoando o firmamento marciano, dois pilares cilíndricos de um negro metálico flanqueavam uma garganta rectangular que se abria para a escuridão das entranhas da Face. Atordoados, permanecemos estáticos por um instante eterno, a mudez tomando-nos de assaltando, tão incontrolável quanto a perplexidade que nos deixava boquiabertos. Quebrei o silêncio, o feitiço desvaneceu-se dando lugar ao alinho, a premência científica determinando o uso do espectrómetro para a análise dos artefactos. Noventa e oito porcento de ferro e uma parte em cada cem de fósforo conferindo-lhes uma singular resistência à corrosão. Senti-me esmagado pela coincidência. Em Nova Deli, um pilar de características similares havia sido, ao longo de séculos, objecto das mais diversas especulações…”

V.A.D. em Cidónia

Imagem: Pilar de Deli (http://static.flickr.com/32/65918246_164b4b85f5_b.jpg)


publicado por V.A.D. às 23:56
link do post | favorito
De JoãoSousa a 3 de Março de 2008 às 20:47
completamente embevecido, perco-me, muitas vezes sem distinguir onde a realidade acaba e começa a ficção ou vice-versa. E por isso (mais uma vez) te dou os parabéns por tal capacidade de me deixares preso aos textos e de me deixares completamente confuso (mas isso já é defeito meu :D)


De V.A.D. a 4 de Março de 2008 às 02:51
Amigo, as tuas palavras sempre amáveis são para mim motivo de enorme satisfação.
Os mistérios que Marte encerra sempre fizeram parte do imaginário da humanidade. Percival Lowell e os canais, H.G.Wells e a Guerra dos Mundos, Arthur C. Clarke e as Areias de Marte, Ray Bradbury, A.E. Van Vogt... A lista de escritores é vasta, as abordagens às maravilhas de um planeta tão próximo e tão longínquo representando os sonhos imaginados e as realidades possíveis...
Sei-me a anos-luz da capacidade destes nomes, mas não resisti à vontade de fazer uma incursão nestas paisagens ocres, em busca dos enigmas de Cidónia...

Votos de uma magnífica noite!

Um abraço.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Mahabharata महाभारत

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

.arquivos

. Agosto 2019

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds