Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Verdade Absoluta

Debruçado sobre o muro de betão, à beira da falésia sobranceira àquela praia das minhas meditações, o sol aquece-me a pele e o vento quente brinca com os meus cabelos, enquanto observo as ondas grandes e enrugadas, as cristas de uma centena de azuis, indo do luzente azul do céu ao daquele escuro quase preto da esplêndida meia-noite. A espuma, esbranquiçada de sal, redemoinha de modo complexo e intrincado, deixando perceber a despretensiosa complexidade da Natureza. A minha missão é compreender o processo. Fecho os olhos, conto até três e tenho a ilusão de ter dado um passo significativo na direcção da verdade. Não, não é desta forma elementar que me irei acercar dela. Antes de tudo, preciso de definir o conceito. Uns dir-me-iam que é um conjunto de pressupostos irrefutáveis, contra os quais nem o mais sólido argumento vale alguma coisa. Outros afirmariam que tal coisa não existe. As verdades são, na sua maioria, subjectivas, meras representações de algo mais profundo e sólido, imagens distorcidas daquilo que é íntegro e inabalável. Tento, sem resultados significativos, visualizar mentalmente as ténues forças geradoras daqueles padrões aleatórios. É absolutamente verdade que os vejo. Deveria ser suficiente, mas tenho a sensação de que a missão nunca está cumprida…

Imagem: Ondas (http://www.atpm.com/7.02/mobius/images/waves.jpg)

música: Blowing In The Wind (Bob Dylan)

publicado por V.A.D. às 02:51
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Abril de 2007

Criatividade

Nada pior para um artista do que uma página em branco a encará-lo. As possibilidades parecem infinitas, e a incerteza da escolha certa a fazer pode ser angustiante. Pois a crise de criatividade, sempre associada a escritores e a artistas plásticos, ataca igualmente outros espécimes humanos. O projecto a escolher, a linha de pesquisa a ser seguida, tudo isto pode ser paralisante para um cientista. Para o mais comum dos mortais, certas decisões, por mais insignificantes que possam parecer, podem-se revelar um autêntico quebra-cabeças. Que música ouvir, que livro ler, que filme ver, que canal de tv seleccionar? Certamente que isto nada tem a ver com criatividade... Ou terá? A criatividade é um conceito abrangente, que vai desde a criação de algo único ou original até ao método que envolve a tomada de consciência de problemas e lacunas no conhecimento, e a subsequente tomada de atitude para a resolução dessas falhas. O processo criativo representa a mudança e a evolução organizacional dos aspectos objectivos e subjectivos da vida. Pode-se exteriorizar a habilidade criativa ou usá-la apenas em benefício próprio, mas as escolhas que fazemos em certas áreas estão certamente relacionadas com a criatividade.

Imagem: Criatividade

música: Crier la Vie (Moby & Mylene Farmer)

publicado por V.A.D. às 02:06
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

Palavras

"Quem não compreende um olhar também não compreenderá uma longa explicação"

Provérbio árabe

Hoje não há fotos. Há palavras. Palavras que podem não dizer nada. Invólucros sem conteúdo. Embalagens vazias. Ou palavras simples, despojadas de papel de embrulho e lacinhos, mas transbordantes de convicções; imagens sonoras de uma escrita sem sons, feias ou belas, subtis ou avassaladoras. "Quando falares, procura que as tuas palavras sejam mais profundas que o teu silêncio." Pela palavra pode haver entendimento ou divergência. As palavras veiculam ideias, construtivas ou destrutivas. São transmutações dos pensamentos, quantas vezes imperfeitas. Muitos tentam, mas poucos têm o dom. Palavras diversas exprimem o mesmo conceito. Diferentes conceitos e uma só palavra. A complexidade da mente tantas vezes distorcida pelos vocábulos; uma sinfonia mental interpretada por um maus músicos, com instrumentos desafinados. Outras vezes, as palavras são uma melodia, não necessariamente complicada, mas emocionante. Tantas vezes uma simples palavra faz uma grande diferença...

Gostava de melhor saber escrever... 

música: Mike Mills (Air)

publicado por V.A.D. às 01:27
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Verdade Absoluta

. Criatividade

. Palavras

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds