Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

Breve História de Tudo (III)

                 

Inscritas em seis milhões e meio de anos, as marcas da inteligência vêm-se aprofundando, desde que, nas savanas do Sahel, os antepassados de nós próprios se ergueram, o Chade apadrinhando o mais antigo hominídeo conhecido, a evolução trazendo habilidade e sofisticação crescentes, a comunicação verbal e a expressão artística afirmando uma auto consciência cada vez mais firme, a capacidade de adaptação determinando a sobrevivência. Cento e setenta mil anos foram dissolvidos no rio da humanidade; descendemos de uma Eva negra, a migração de há cinquenta mil anos levando o homo sapiens para fora de África num imparável preencher de continentes com a espécie à qual pertencemos. Alguns membros da família humana desapareceram nas brumas de passados longínquos, outros ainda foram contemporâneos do Homem, a inaptidão ou a miscigenação levando a um fim de modo algum inglório. A árvore da vida é feita de incontáveis ramificações, o tronco assente sobre as raízes das primeiras moléculas capazes de se auto-copiar, cada ser à face do planeta descendendo de um antepassado comum, quatro mil milhões de anos de evolução contínua gerando a indescritível e maravilhosa miríade de organismos. Um novo ano acerca-se rapidamente. Que em 2008 sejamos capazes de enaltecer o prodígio da vida!

Vídeo: Evolução Humana (www.youtube.com/watch?v=ZQrkJchlldA)

 

Feliz Ano Novo!


publicado por V.A.D. às 01:18
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Sábado, 30 de Dezembro de 2006

Ano Novo

O nome do mês de Janeiro tem origem no nome do Deus romano Jano, o porteiro celestial possuidor de duas faces opostas, uma enfrentando o passado, outra o futuro. A comemoração ocidental do Ano Novo neste mês  tem origem num decreto do governador romano Júlio César, datado de 46 A.C., que tinha por fim instituir um novo calendário, elaborado segundo as indicações do astrónomo Sosígenes de Alexandria.  Com a entrada em vigor deste decreto, passaram a haver doze meses em lugar dos treze anteriores, e estabeleceu-se que o numero de dias de um ano comum seria de 365 mas que teria que haver um ano bissexto de quatro em quatro anos. O ano  mudava no dia da  primeira lua nova após o solstício de Inverno, que no hemisfério norte ocorre a 21 de Dezembro. Posteriormente foi estabelecido que o início do ano seria 11 dias após o referido solstício. O calendário juliano vigorou durante 16 séculos, tendo sido substituido pelo calendário gregoriano em 24 de Fevereiro de 1582.

Estamos quase num Novo Ano. Deixo a todos quantos por aqui passam os meus sinceros votos de que 2007 seja de facto um ano extraordinário.

Imagem: Ano Novo (www.saberweb.com.br/datas_comemorativas/images/ano-novo.jpg)


publicado por V.A.D. às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Breve História de Tudo (I...

. Ano Novo

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds