Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

Cidónia (I)

              

“Atrás de mim, as areias estendiam-se até ao horizonte, avermelhadas e sem vida, o Sol ainda visível acima das colinas lançando os seus raios enfraquecidos sobre aquele mundo moribundo, a estranheza da tingidura do céu confundindo a mente pela dissemelhança de tonalidades. Deixei-me invadir por um êxtase cataléptico, era-me ainda difícil apreender a verdadeira significação daquela experiência, o sonho de pisar um solo alienígena transformando-se numa realidade singularmente lograda. Permiti-me recordar aquela manhã fria e escura de Inverno, o encontro com o meu antigo professor não podendo ser mais imprevisto, a pastelaria onde o pequeno-almoço era habitualmente tomado cheio de gente apressada, os horários impondo a agitação frenética de um café engolido sem ser saboreado. Embora alguns anos se tivessem escoado, reconheci-lhe de imediato a face já com algumas rugas e os olhos negros como carvão, atrás das espessas lentes dos velhos óculos de aros de tartaruga. Assim que me viu, levantou-se e cumprimentou-me com um efusivo aperto de mão, a expressão risonha denotando franco contentamento.

- Sabia que te ia encontrar aqui – disse-me, continuando a sorrir – Hoje não vais trabalhar; precisamos muito de conversar e tenho uma proposta a fazer-te, que certamente não irás recusar.

V.A.D. em Cidónia

Imagem: Céu Marciano (http://lasp.colorado.edu/~bagenal/3720/CLASS6/MarsSky.jpg)

música: Deserto (Inspector Mórbido)

publicado por V.A.D. às 02:07
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De JoãoSousa a 24 de Fevereiro de 2008 às 12:39
E lá vamos nós outra vez entrar num mundo mirabolante :D


De V.A.D. a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:43
Pois é, amigo... Faz tempo que andava a pensar em escrever algo sobre Cidónia. Decidi que tinha de me aventurar, a história estando mais ou menos delineada na mente, a vontade de a transcrever sobrepondo-se ao receio de não ser capaz de construir algo de jeito...
Espero que o conto se possa vir a revelar interessante.

Desejo-te uma óptima noite e uma excelente semana!

Um abraço.


De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:25
Reli-t com saudades. Gosto da forma como escreves..e dos temas q escolhes..bj (como estou no telemóvel só vou comentar este mas ler os outros)


De V.A.D. a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:45
Obrigado. Embora não saiba quem escreve tão amáveis palavras, cabe-me agradecer e referir que este meu espaço está aberto dia e noite, as visitas sendo sempre bem-vindas... :-)

Um beijo... :-)


De mnike30 a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:45
"Há gente que fica na história, da história da gente..."
Também tenho uma "Laura" dessas, as propostas que ela me faz, de vez em quando são sempre iguais: "Aparece que temos muito que conversar!"... e eu aceito muito feliz, mas passam dias, semanas, meses e anos... e de repente encontrámo-nos novamente sempre por acaso...

Estou ansiosa por ler os seguintes!
Beijinhos e boa semana


De V.A.D. a 24 de Fevereiro de 2008 às 23:22
Há pessoas realmente marcantes na nossa vida. Embora ficção pura, esta história acaba por ser construída à volta de personagens reais. É o caso do velho professor, pessoa que admiro e por quem nutro uma enorme amizade. Embora se tenham passado muitos anos, a turma continua a reunir-se semestralmente para um almoço e ele é figura importante e sempre presente... :-)

Andava há muito a pensar um conto sobre Cidónia. Espero ser capaz de não desiludir... :-)

Desejo-te uma óptima noite e uma magnífica semana!

Um beijo e um enormeeeeeeeeee sorriso... :-)


De emanuela a 25 de Fevereiro de 2008 às 00:28
O sonho de pisar sobre um outro solo que não o da terra... O que poderíamos de fato encontrar? Que estranhas e maravilhosas paisagens se desenhariam à nossa frente?
Amigo, o conto, ainda não sei como será , embora acredite que o farás interessante.A paisagem descrita inicialmente é maravilhosa...
Beijos, e desejos de que a tua semana possa toda ela, ser de lindas visões.


De V.A.D. a 25 de Fevereiro de 2008 às 02:28
Desde criança que leio histórias fantásticas sobre aventuras assim. Esses cenários de maravilha e de espanto ficaram gravados indelevelmente na minha memória, os sonhos alimentando-se das fabulosas descrições de mundos estranhos e de planetas por explorar.
Há muito que acalentava a esperança de um dia escrever sobre Cidónia. Resolvi que era tempo de o fazer. Espero que consiga não desiludir... :-)

Amiga, desejo-te uma óptima noite e uma magnífica semana!

Um beijo e um enormeeeeee sorriso... :-)


De A Túlipa a 25 de Fevereiro de 2008 às 20:31
Algo de bom, começa, nasce.. sempre a mesma calma, abstracção quente que já caracteriza as letras da tua mente.

Aguardo

'


De V.A.D. a 26 de Fevereiro de 2008 às 14:12
É mais uma incursão num mundo que sempre me atraiu. Desta vez, o objectivo é Marte, um dos seus maiores mistérios sendo o fulcro do enredo... :-)

Espero não desiludir... :-)

Desejo-te um magnífico dia!

Um beijo... :-)


De **** a 26 de Fevereiro de 2008 às 00:49
"Deixei-me invadir por um êxtase cataléptico, era-me ainda difícil apreender a verdadeira significação daquela experiência" - realmente as tuas palavras conseguem provocar um "êxtase cataléptico" só ultrapassado pela experiência vivida de pisar solo marciano. Deveras fazer algo desse género uma única vez na vida faria com que tivesse merecido a pena passar por cá.

Quanto à cena do antigo professor... A relação entre um professor e um aluno pode ser realmente marcante, o aluno normalmente é mais susceptível, mas sinceramente espero que daqui a uns aninhos me venha a acontecer o mesmo que ao personagem, que algum daqueles que acabei por admirar venham falar comigo - embora ache que nenhum dos que conheço até à data pudesse trazer-me tão admirável missão
Por enquanto, bem longe desse outro planeta, tenho de aturar os professores actuais que me têm feito descorar a minha tarefa de tua mui chata leitora... neste momento um "Hoje não vais trabalhar" seria muito bem vindo.

Beijos,
boa noite nessa tua "Cidónia"
e obrigada por, mais uma vez, proporcionares uma viagem deveras irrecusável

Sophia


De V.A.D. a 27 de Fevereiro de 2008 às 01:25
São incontáveis, as vezes que me tenho deixado levar, pela leitura e pela imaginação, até às areias estéreis do planeta vermelho. São fantásticas, as histórias escritas sobre um mundo que talvez tivesse podido abrigar vida. É recorrente, o sonho de poder pisar um solo alienígena. Na impossibilidade de o concretizar, a escrita talvez sirva de catarse, as paisagens inventadas e as emoções imaginadas servindo de fuga à realidade... :-)

Tive a sorte de ter tido alguns professores fantásticos,
pessoas que marcaram e continuam a marcar pela forma como sempre souberam agir, mais do que que docentes revelando-se verdadeiros amigos. Também eu espero, amiga, que um dia algum dos teus professores te possa surpreender, endereçando-te um convite para a participação em algo relevante.

É a mim que compete agradecer. As tuas palavras enchem-me de satisfação e são sempre acolhidas com um enorme sorriso de admiração.

Aproveitando para te pedir desculpa pelo atraso na resposta - o tempo tem sido curto e, por muito que tente, não o tenho conseguido fazer esticar - quero desejar-te uma noite magnífica, isenta de trabalhos e plena de serenos momentos.

Um beijo e um enormeeeeeeee sorriso... :-)



Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds