Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Procura

Procurar é o nosso destino

Na demanda vai-se crescendo

Constrói-se o saber, vivendo

A estagnação é desatino

 

Na descoberta reside o prazer

A vida só assim sabe bem

Não valeria nada, nem um vintém

Sem este caminho a percorrer


publicado por V.A.D. às 03:00
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De A Túlipa a 5 de Janeiro de 2008 às 12:23
Sem por nem tirar. A vida é uma busca.

'


De V.A.D. a 5 de Janeiro de 2008 às 23:43
A vida só é bem vivida se não deixarmos de nos encantar com a procura e se, ao longo do tempo, formos sempre capazes de nos maravilhar com a descoberta... :-)
Desejo-te uma óptima noite e um excelente domingo!

Um beijo... :-)


De MalucaResponsavel a 5 de Janeiro de 2008 às 13:12
Ola amigo... nao estive por cá. estive com o meu gajo. a minha irma ofereceu-se uma bussula de prenda de Natal para eu encontrar o meu Norte, o meu caminho. e a mnh resoluçao de ano novo foi tentar ser eu mesma, sempre e acima de tudo tentar amadurecer com tudo aquilo q vivi nestes ultimos tempos. precisava dzr-te isto p tds as palavras amigas, sinceras e honestas q me deixaste, deixas e espero q continues a deixar...


De V.A.D. a 6 de Janeiro de 2008 às 00:03
Olá, amiga :-) Estava com imensas saudades de te ler por aqui... Fico muito feliz por perceber que a bússola serviu para que o teu caminho fosse (re)encontrado. Não tenho a menor dúvida quanto à tua capacidade de assimilar tudo aquilo por que passaste e estou absolutamente certo de que a tua maturidade, aliás já bem patente, crescerá...
Sabes, sinto um enorme carinho e uma elevadíssima consideração por ti, coisas que se podem sintetizar numa só palavra: amizade. E os amigos devem trocar palavras sinceras e honestas entre si e, quando necessário, saber dar o apoio e o estímulo possíveis... :-) É claro que continuarei sempre a agir da mesma forma, amiga...!
Uma vez mais, desejo-te um excelente domingo!

Um beijo... :-)


De Cöllyßry a 5 de Janeiro de 2008 às 18:54
Na procura está o entendimento...na descoberta o saber...

Doce beijo


De V.A.D. a 6 de Janeiro de 2008 às 00:06
A própria busca pode constituir um prazer, mas nada se compara ao da descoberta... :-)
Desejo-te uma óptima noite e um excelente domingo!

Um beijo... :-)


De Emanuela a 6 de Janeiro de 2008 às 00:30
Ainda hoje, assistindo um pouco de TV (coisa que dificilmente faço), vi alguns exemplos de pessoas que apesar da idade avançada continuam nesta busca de crescimento. É algo que sempre me encanta. Espero ter energia, para, enquanto viver, não estagnar.
Beijinhos cheios de carinho!


De V.A.D. a 6 de Janeiro de 2008 às 01:10
Amiga, há pessoas que são exemplos a ser seguidos, pela maneira como se recusam a envelhecer mentalmente, apesar de não conseguirem evitar o envelhecimento físico. A esses jovens de espírito, a minha vénia!
Tenho a certeza de que tu saberás encarar a aprendizagem como uma dádiva, nunca lhe virando costas.
Desejo-te uma óptima noite e um excelente domingo!

Um beijo... :-)


De **** a 6 de Janeiro de 2008 às 21:36
Acho que o prazer reside não só na descoberta em si, mas também (e principalmente) no acto de procurar. O que acaba por importar é o “caminho a percorrer” e não a meta, não basta uma vida para a conseguir cortar. Duvido que alguma vez consiga chegar à descoberta, ao conhecimento, embora lute todos os dias para me aproximar um pouco mais. Vale a pena levar a cabo uma demanda que nunca cumpriremos? Sim, afinal se abdicarmos disso não temos mais nada.
“A vida só assim sabe bem” – resta-nos continuar a caminhada e ainda bem que esta não se dá por completa em vida, seria deveras desesperante, desnorteante, desanimador… afinal que se faz quando não há nada mais a fazer? =)

Beijos e desejos duma caminhada prazenteira,
Sophia


De V.A.D. a 6 de Janeiro de 2008 às 22:41
Sabes, quando originalmente escrevi este textozito sob a forma de poema, utilizei a palavra "busca" em vez de "descoberta". Depois, por uma questão meramente filosófica, apliquei a última. É que acho que realmente vamos, todos os dias, descobrindo coisas novas, mesmo que essas coisas não representem a meta. Sendo certo que a busca é a condição primeva, não é menos verdade que são as pequenas descobertas que a alimentam e a fazem prosseguir...
Concordo em absoluto contigo: nunca alcançaremos nada de definitivo, mas é a procura, pontilhada de pequenos achados, que dá sabor à vida... :-)

Retribuo os teus votos, amiga!

Um beijo... :-)


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds