Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Chamamento

Nos abismos da noite sem luz

Há um vento que sopra frio

Não evito o estranho arrepio

Ao escutar uma voz que seduz

Divindade etérea ou ser carnal?

Brada de dor, a mente

No corpo, um tremor infernal

Finjo-me destemido e valente

Quero saber quem é, afinal

 

Em vórtices de ar rarefeito

O vento sorri e dança

Alegre como uma criança

O coração pula no peito

Percebi quem clama assim

É vertigem desesperante

Fabulosa aventura sem fim

Viagem louca e alucinante

É a vida que chama por mim

 

Imagem: Chamamento (www.udel.edu/art/Faculty/Norsky/eleugif/eleus8.gif )
música: My Way (Frank Sinatra)

publicado por V.A.D. às 02:29
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De Sónia a 6 de Novembro de 2007 às 10:56
Tu és um poeta! bjs


De V.A.D. a 7 de Novembro de 2007 às 01:04
Não me considero um poeta: às vezes, há coisas que saem em verso...
Votos de uma noite agradável!

Um beijo... :-)


De A Túlipa a 6 de Novembro de 2007 às 22:45
Um bom entendimento de um chamamento.
Gostei =]


De V.A.D. a 7 de Novembro de 2007 às 01:07
Agradeço as tuas palavras, e a tua visita a este meu espaço.
A vida sempre chama por nós, embora por vezes não a queiramos escutar... :-)
Votos de uma óptima noite!

Um beijo...


De Emanuela a 7 de Novembro de 2007 às 01:29
Oi VAD. Teu post está fantástico. Para mim, estas palavras são de uma profundidade estonteante...
Muito forte!
Um abraço.


De V.A.D. a 7 de Novembro de 2007 às 01:37
Muito obrigado, amiga! Num momento de alguma inspiração, as palavras fluíram ordenadamente, uma transcrição daquilo que considero ser a existência: um chamamento, que devemos atender...
Votos de uma noite muito, muito agradável!

Um beijo... :-)


De Melissa.Yedda a 7 de Novembro de 2007 às 23:36
De antigos caminhos e florestas de além tempo, ouço também uma voz que me chama! Será mesmo a vida?
Belo poema!
Abraços!


De V.A.D. a 8 de Novembro de 2007 às 01:47
Que outro chamamento, que não o da vida, poderá ser assim, tão intenso e veemente...?
Votos de uma noite magnífica!

Um beijo... :-)


De MalucaResponsavel a 8 de Novembro de 2007 às 18:59
Adorei ler-te assim. mais solto. mais livre. mais louco. :)


De V.A.D. a 10 de Novembro de 2007 às 01:56
Às vezes dá-me para isto...! Eheheheh . Sabes, não é bem assim: são raríssimos, os momentos em que os versos me saem, como se rimar fosse fácil. Sempre que surgem tento aproveitá-los...
Desejo-te um fim-de-semana cheio de serenidade!

Um beijo... :-)


De In a 11 de Novembro de 2007 às 18:42
É bom que ela chame sempre por nós e que nós a consigamos sempre ouvir...

Um beijo...


De V.A.D. a 11 de Novembro de 2007 às 22:51
Se nos mantivermos atentos, creio que sempre conseguiremos ouvir o chamamento, mesmo que os ruídos odiosos dos imprevistos teimem em abafar o seu som... :-)
Desejo-lhe um excelente final de domingo, e aproveito para lhe dizer que é um enorme prazer "vê-la" por este espaço.

Um beijo...


De In a 12 de Novembro de 2007 às 15:46
Eu tenho vindo, mais ou menos regularmente, a inspiração para comentar é que tem andado afastada...

Um beijo...


De V.A.D. a 13 de Novembro de 2007 às 01:24
Oh... Fico muito satisfeito por me confirmar que as suas visitas são regulares. Mas não me referia a essas passagens por este espaço em, digamos, “modo furtivo”; é mesmo muito agradável lê-la!
Aproveito para formular o desejo de que a sua mãe esteja a recuperar, nem que só um pouquinho, da grave doença que a acometeu.
Votos de uma noite plena de serenidade, minha amiga!

Um beijo... :-)


De dhyana a 15 de Novembro de 2007 às 16:35
Não te sabia poeta, mesmo que não te consideres um, está-te adormecido na alma.
Beijos...


De V.A.D. a 16 de Novembro de 2007 às 02:06
Havias já mencionado, num comentário já distante no tempo, que me consideravas "um cientista-poeta". Quero que saibas que, na altura, fiquei muitíssimo contente pela classificação que me atribuíste. Hoje, ao ler o teu comentário, voltei a sentir-me... Nas nuvens! Creio que já percebeste escrevo essencialmente porque me dá prazer fazê-lo. Contudo, não deixo de salientar que as palavras de incentivo são muito, muito reconfortantes!
Obrigado pela amizade que sempre me tens demonstrado. Sabes, certamente, que é recíproca.
Desejo-te uma noite cheia de sonhos bonitos!

Um beijo... :-)


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds