Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Nada

“Venho do nada. Provavelmente sou a vaga materialização de um devaneio de alguém, um mero átomo, indistinto e intangível, no vasto universo da existência. No entanto, creio ser capaz de pensar: finas e quase imperceptíveis estruturas electroquímicas parecem ser erguidas no âmago do meu cérebro – talvez ele próprio um delírio ilusório – para serem arrasadas e de imediato substituídas por outras, numa contínua e incessante renovação. Não passo de um evanescente e descolorido ponto numa descomunal tela, pintada ao longo de incomensuráveis éons; os meus gritos são tão inaudíveis quão fúteis aparentam ser os meus actos. E, apesar disso, não deixo de agir, nem retenho as palavras que me parecem ter de ser ditas. Vejo-me enclausurado num vazio destituído de qualquer sentido. Contudo, suponho sentir e pareço ter a aptidão de me emocionar.

Retornarei ao nada e serei esquecido, quando os profundos golfos do tempo absorverem as résteas da memória e os ecos da minha presença se esbaterem. Irei despido de tudo, até de espírito. Cessarei de existir… Mas, enquanto isso não suceder, estarei por aqui, fantasia ou realidade, sonho ou vigília…”

V.A.D. em Algures.

Imagem: Vazio (http://files.v2.nl/portal/lab/projects/void/void_01.jpg)

música: Lost Cause (Beck)

publicado por V.A.D. às 03:37
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De In a 5 de Outubro de 2007 às 19:53
O homem reduzido à sua real dimensão. Acredito que tudo seria mais simples se todos tivessem a noção disso...
Adorei o texto, a sensibilidade no sentir...

Um beijo...


De V.A.D. a 5 de Outubro de 2007 às 21:33
Sempre tentei evitar, a todo o custo, dar-me a importância que sei não ter. Sendo certo que temos o nosso papel no Universo, não faz sentido pensarmos que tudo gira em torno de nós, quando a realidade é bem distinta.
Obrigado pelas palavras... :-)
Continuação de um óptimo fim-de-semana!

Um beijo...


De Emanuela a 7 de Outubro de 2007 às 02:14
Pensamento humilde, e ao mesmo tempo grandioso. Mostrando , como sempre, o pensamento de uma pessoa maravilhosa e positiva. Tuas palavras são contagiantes. É sempre uma grande satisfação ler as belas coisas que escreves, aprender com o que compartilhas!
Beijos.


De V.A.D. a 7 de Outubro de 2007 às 21:19
A grandiosidade e a magnificência do Universo onde existo tornam-me humilde... Tento imprimir isso nas palavras que escrevo, sem contudo deixar de aceitar que há um lugarzinho, nos vastos oceanos espácio-temporais , onde o "eu" é importante... :-)
Agradeço as tuas palavras; sabes que a satisfação é recíproca!
Votos de um óptimo final de domingo.

Um beijo... :-)


De Fisga a 7 de Outubro de 2007 às 23:07
Assim é que é falar:resistir, resistir, resistir, ou não fosse aesperança a ultima a morrer.Parabéns pela imaginação fertil bem demonstrativa de que ainda falta muito para o fim. um abraço, mais uma vês parabéns.


De V.A.D. a 8 de Outubro de 2007 às 01:41
Obrigado! Espero que, de facto, ainda falte muito para o fim: conto só ter ainda passado por menos de metade da vida, eheheheh .
Votos de uma noite sem insónias!

Um abraço.


De dhyana a 10 de Outubro de 2007 às 12:33
"Nada de perde, tudo se transforma"



De V.A.D. a 11 de Outubro de 2007 às 01:27
Sabes... Quanto a mim, a lei de Lavoisier tem uma “brecha”: a morte representa mesmo a perda da identidade, pois não acredito na sobrevivência do espírito.
Embora no texto divague sobre esse facto, a cessação da existência não me preocupa. Aquilo que pretendo transmitir é a noção de que, sendo pouco mais que nada, não deixo de ser eu... Um ser que pensa e sente, capaz de meditar sobre estas questões, sem ter a certeza de conseguir encontrar respostas...

O meu carinho por ti não se perde, transforma-se num BEIJO! Ehehehehe :-)


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds