Terça-feira, 19 de Junho de 2007

Sentidos (II)

“Por um Órgão do Sentido entende-se aquilo em que, em última análise, está colocado tal poder.”

Aristóteles, em De Anima

 

A fome e a sede são registadas no hipotálamo, a área do cérebro que detecta mudanças químicas no sangue. O senso de equilíbrio é regulado no ouvido interno, onde três tubos curvados, cheios de fluido, estão alinhados com cada uma das três dimensões espaciais, minúsculos pelos reagem a cada movimento do líquido, transmitindo a informação ao cérebro através de conexões nervosas específicas. Outro sentido de movimento, chamado Cinestesia, permite que saibamos a posição exacta das diversas partes do nosso corpo e também a tensão dos nossos músculos. Em geral, as pessoas consideram que a capacidade de percepção da temperatura está associada ao tacto. Na verdade não é assim. Dois grupos de nervos distintos, um para o frio, outro para o calor, encarregam-se dessa função. A dor e a pressão também são captadas por fibras nervosas específicas. Os controlos sensoriais internos medem também a quantidade de oxigénio no sangue, regulando a respiração. A uma infinidade de processos fisiológicos corresponde um infindável número de sentidos.

Imagem: Cérebro e Sentidos (www.faizani.com/online_library/G1/images/brain_senses.jpg)

música: Come To Me (Koop)

publicado por V.A.D. às 01:45
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Emanuela a 19 de Junho de 2007 às 02:17
O gênio Aristóteles... um homem bem ä frente do seu tempo, e com os pés no chão... Mas não posso deixar de sentir mais como Platão...Acredito que além de todo o processo fisiológico, há algo mais... Senão porque a sede que sinto de transcender? Um abraço!


De V.A.D. a 19 de Junho de 2007 às 02:39
Entendo perfeitamente essa sede que referes. Como já deves ter percebido, o meu ateísmo também não me impede de clamar por aquilo a que chamas de transcendência, embora para mim a designação seja, talvez, diversa. Chamar-lhe-ia, provavelmente, "Entendimento", pois entender é mais do que conhecer, é interiorizar o conhecimento aponto de ser capaz de intuir...:-)

Um beijo!


De Emanuela a 19 de Junho de 2007 às 02:48
É verdade. Apesar de te dizeres ateu, perfcedbo-te numa procura que vai bem além da matéria...Falaz de conhecimento... mas como, no meu caso, muitas vezes posso intuir coisas que desconheço? Como, nesse caso, não acreditar que haja algo além da matéria? Beijinhos!


De V.A.D. a 20 de Junho de 2007 às 01:27
A mente, o raciocínio, as emoções, as ideias, os "entendimentos"... Poder-se-ão considerar materiais todas estas coisas...? Em última análise podemos fazê-lo, porque todos estes fenómenos não passam de manifestações electroquímicas, organizadas em padrões complexos.
Não consigo argumentarem relação àquilo que tu chamas de intuição... Embora me seja difícil acreditar, tento manter a minha mente aberta... :-)

Beijinhos!


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds