Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Terra Incognita

“Ao subir a ravina, tivera a primeira sensação de mistério e ameaça, a impressão profunda de que aquela não era uma terra familiar. Com a chegada da primeira luz, parte do medo evaporara-se. Agora ele podia ver se algo se aproximara deles às ocultas; o que visse podia ele enfrentar. Não havia nada para observar, excepto as grandes árvores que cobriam tudo em volta e se curvavam sobre eles, as copas maciças cobertas por espessas camadas de musgo e líquenes, dando-lhes um aspecto tenebroso. A sensação sombria de maldição manteve-se. Aperceberam-se de que falavam em murmúrios, quando falavam, porque o silêncio sob as árvores era tão pesado que parecia irreverente quebrá-lo. (…) Perguntou a si próprio se outros pés além dos deles já teriam alguma vez pisado aquela terra.”

Excerto de Onde Mora o Mal, de Clifford D.Simak, escritor e construtor de mundos alternativos, mencionado pela segunda vez neste blog. A par de O Outro Lado do Tempo, considero este magistral romance o expoente máximo da obra de Simak, que nos transporta muitas vezes para um tempo fora do tempo, e para um universo que, embora paralelo ao nosso, é sabiamente tecido pela fantástica criatividade do autor.

Imagem: Terra Incognita (www.handgraphics.com/SF_Portfolio/Barbero,%20Terra%20Incognita,%20Litho.jpg)

música: Speak To Me (Pink Floyd)

publicado por V.A.D. às 01:58
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De In a 29 de Maio de 2007 às 03:09
Os medos suportam-se melhor à luz do dia...
Gostei do excerto que li, confesso que não conheço o livro nem o autor. Fiquei com vontade de o ler. Vai ser um bom livro para levar nas férias que se aproximam.


De V.A.D. a 29 de Maio de 2007 às 14:28
A noite, da mesma forma que propicia a introspecção, também amplifica os temores...
É, de facto, um excelente livro, na minha óptica.
Posso dar indicações quanto à forma de o encontrar: Edição Livros do Brasil, colecção Argonauta, Nº338.
Votos de um excelente dia.

Um abraço!


De In a 29 de Maio de 2007 às 21:53
Obrigada pela informação extra.


De V.A.D. a 30 de Maio de 2007 às 01:29
Considere-me sempre ao seu dispor... :-)

Um abraço!


De Dhyana a 29 de Maio de 2007 às 10:57

Passei para te ler e dizer olá. Já sei que livro comprar este més.
Beijos...


De V.A.D. a 30 de Maio de 2007 às 01:24
É sempre um prazer enorme saber que passas por aqui.

Retribuo a tua saudação e o teu beijo... :-)


De Oscar Luiz a 29 de Maio de 2007 às 23:35
Achei uma excelente opção de leitura pelo trecho que li.
Mas acho que teria medo de lê-lo à noite...
Um grande abraço!
Sempre que passo por aqui, me arrependo de não ter vindo antes...


De V.A.D. a 30 de Maio de 2007 às 01:28
A noite tem o condão de amplificar as sensações criadas pela leitura de obras assim, mas não há necessidade de receios, eheheheh.
É sempre bem-vindo aqui, e eu agradeço-lhe a assiduidade.

Um grande abraço!


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds