Sábado, 26 de Maio de 2007

Amadurecer

O crescimento não é coisa fácil para qualquer organismo, em qualquer parte do Mundo. As cobras mudam de pele, as aves abandonam a segurança do ninho, os insectos constroem casulos, e deles saem alados, tendo esquecido já o anterior estado larvar. A ecdise dos crustáceos é, sem que provavelmente se dêem conta disso, a fase mais problemática da vida destes organismos; os predadores são impiedosos no aproveitamento das fragilidades. Os carnívoros jovens são afastados das mães e enfrentam a difícil luta pela sobrevivência. É geralmente duro, e algumas vezes fatal. Não é muito diferente para os seres humanos, até pelo facto de a sua mudança não ser apenas de carácter fisiológico. Quando uma criança deixa de ser criança, os ritos de passagem são dolorosos e não isentos de perigo. O processo de amadurecimento é difícil para qualquer um, mas infinitamente mais complicado para aqueles que pensam que já são adultos, especialmente quando a noção de que são o centro do universo se revela completamente ilusória.

Imagem: Transição

música: Wise Up (Aimee Mann)

publicado por V.A.D. às 02:59
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De In a 27 de Maio de 2007 às 00:09
O processo de amadurecimento é, de facto, difícil para qualquer um, e é bastante agravado para quem pense que já é adulto.
O amadurecimento é conseguido mais à custa de sofrimento, perda, desilusão e frustração do que de sentimentos agradáveis.
Quando alguém se sente o centro do universo acresce uma dolorosíssima desilusão, podendo também optar por viver eternamente nessa ilusão entrando em conflito com o mundo que o rodeia.
A nossa sorte é que, normalmente, é uma coisa de cada vez, porque se assim não fosse tornar-se-ia insuportável...

Obrigada por me ter juntado à sua lista de amigos.


De V.A.D. a 27 de Maio de 2007 às 02:00
O amadurecimento é um interminável processo de aprendizagem, só possível havendo a consciência de que não se é omnisciente, e de que se não passa de uma pequena, mas importante peça na complexa máquina das relações sociais. Tem-se direito a um lugar, mas não à exclusividade; a auto-estima é fundamental, mas não deve ser confundida com egocentrismo. Estou plenamente de acordo consigo no tocante à alternância de sentimentos: precisamos de nos sentir, de vez em quando, o centro do universo, mas convém que sejamos realistas...

Eu é que tenho de lhe agradecer as visitas e os comentários... :-)

Um abraço!


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds