Domingo, 20 de Maio de 2007

Pensamento - parte 1

Não podemos pensar no cérebro como se de uma máquina ou de um computador se tratasse. A informação proveniente dos neurónios sensoriais chega ao cérebro não como resultado de uma corrente transmissora ou da transferência de dados tal como a conhecemos no âmbito da informática, mas sim devido a um padrão de actividade nervosa, criado pela estimulação simultânea de centenas de milhares de fibras nervosas paralelas. Uma vez que cada neurónio é ligeiramente diferente de todos os outros, ele experimenta a sua própria versão de um objecto ou de um evento. Desta forma, quando estimulada ou solicitada, cada fibra dispara impulsos nervosos com a sua própria frequência e codificação. O padrão de transmissão, ou seja, quais as células que são activadas e em que frequência, produz uma imagem interna a que chamamos de pensamento. Numa analogia interessante, consideremos um acidente de automóvel, presenciado por um grande número de pessoas. Cada individuo tem a sua própria perspectiva do que sucedeu, mas o desastre pode ser reconstituído acuradamente a partir do consenso de todas as testemunhas.

Imagem: Pensamento (www.chetart.com/portfolioimages/thought.jpg)

música: The Logical Song (Supertramp)

publicado por V.A.D. às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Emanuela a 21 de Maio de 2007 às 01:48
Por isso sempre digo que não há verdade absoluta. A verdade, para cada um dos envolvidos em qualquer acontecimento, depende daquilo que ele próprio vivenciou e entendeu disto...


De V.A.D. a 21 de Maio de 2007 às 02:24
Nas ciências humanas, nomeadamente na sociologia e na psicologia, não há realmente verdades absolutas, pois a variabilidade do ser humano é grande, aliás, como tentei referir no post "imprevisibilidade".

Beijinhos!


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds