Domingo, 29 de Abril de 2007

Os Possessores

“A memória dos Possessores era vasta, mas não o suficiente para abranger as suas origens. Em determinada altura teriam tido vida própria; havia, porém, uma eternidade, séculos agora incontáveis, que a sua vida estava ligada às vidas, para eles evanescentes, dos Possessos. Sem estes não poderiam agir nem pensar; através deles, eram os senhores deste mundo frio. Ergueram cidades sobre o gelo, manobraram estranhas embarcações através dos vastos desertos de neve, conquistaram, por fim, os gélidos céus nublados. Tudo isto fizeram, vivendo nos corpos dos Possessos a quem, num momento, se uniram, libertando-os do seu primarismo. Não que desprezassem os anfitriões, seus escravos; de certo modo, e tanto quanto o termo pudesse ter algum significado na sua experiência, gostavam deles.”

Excerto de Os Possessores, de John Christopher, um dos sete heterónimos de Samuel Youd, escritor inglês de ficção científica, nascido em 1922. Muitos dos seus romances abordam o tema dos eventos catastróficos, na linha de autores como H.G. Wells ou john Wyndham. Colocando o homem comum face a desastres de grande magnitude, geradores de severos problemas para a sociedade e para o mundo, explora a forma como ele e o grupo em que se insere lidam com mudanças radicais. Em Os Possessores, Christopher toca num dos medos mais antigos do Homem: a possessão. Fá-lo, contudo, sob uma perspectiva totalmente diferente da habitual. Não são demónios ou espíritos os responsáveis pela intrusão no corpo e na mente do hospedeiro, mas sim seres materiais, de origem extra-terrestre, que evoluíram no sentido da aquisição dessa capacidade e que, ao fim de incontáveis gerações, dependem em exclusivo dela para a sobrevivência da espécie.

Imagem: Possessão (www.vademecum.com.br/er/PosessaoThumb.jpg)

música: Heard Somebody Say (Devendra Banhart)

publicado por V.A.D. às 02:12
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Emanuela a 29 de Abril de 2007 às 17:21
Muito interessante. Dá o que pensar...


De V.A.D. a 29 de Abril de 2007 às 21:36
Aprecio muito a escrita que me obriga a pensar, e há autores que abordam certos temas de uma forma extremamente interessante e inovadora.

Um abraço, e bom final de domingo


De insideout a 29 de Abril de 2007 às 18:14
Este tema leva-me sempre a pensar nas potencialidades que o nosso cérebro poderá ter e que presentemente estão ainda por descobrir.

Sem dúvida que com o tempo, conseguimos já dar explixações muito cientificas. Mas ainda muito há para descobrir, para além do nosso tempo.

Beijinhos e bom domingo!


De V.A.D. a 29 de Abril de 2007 às 21:40
Subscrevo integralmente o que referes quanto à infinidade de coisas por descobrir. O conhecimento humano tem vindo a aumentar de uma forma incrível nestas últimas décadas, mas quanto mais se sabe, mais se tem a consciência que há muito por saber.

Beijinhos e bom final de domingo!


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds