Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

Privilégio - parte 1

Uma das grandes maravilhas do Universo é a existência de vida no planeta Terra. Deve-se esse facto apenas a um feliz acaso, constituindo um evento singular em todo o Cosmos, ou será a vida o produto de uma correcta combinação de factores – temperatura certa, quantidade adequada de radiação e presença de determinadas substâncias químicas? Podemos encontrar uma pista para a solução desse enigma ao tentar reconstituir as prováveis condições do nosso planeta, quando surgiram as primeiras formas de vida. A formação dos planetas deu-se a partir da nuvem de gás e poeira em contracção, que também deu origem ao Sol e aos demais astros do sistema. Na génese planetária concorriam duas forças opostas: de um lado, a atracção gravítica tendia a juntar aglomerados de matéria; de outro, a radiação cada vez mais intensa emanada da jovem estrela, situada no centro da nuvem, agia no sentido de quebrar esses aglomerados, fazendo com que os elementos mais leves mais leves e mais voláteis fossem vaporizados e lançados no espaço. O parâmetro crítico era a distância de cada protoplaneta em relação ao Sol. Quanto mais perto estivesse, mais sujeito estaria ao intenso calor solar, e mais facilmente ocorreria a volatilização e perda dos elementos mais leves. Os quatro planetas mais próximos da nossa estrela, Mercúrio, Vénus, Terra e Marte, são chamados de planetas terrestres por serem todos esferas sólidas e rochosas, envoltas em ténues camadas gasosas. A distâncias maiores, a radiação recebida era menor e os elementos mais leves tinham condições de se juntar e formar compostos gasosos que se manteriam agregados pela acção da gravidade. Desta forma, foi possível a formação dos quatro planetas gigantes – Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno – constituídos quase inteiramente de gases envolvendo um pequeno núcleo rochoso.

Imagem: Disco Protoplanetário (www.genciencia.com/images/20060406_protoplanetas_pulsar.jpeg)

música: Once Upon A Time (Air)

publicado por V.A.D. às 01:55
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De DHYANA a 18 de Abril de 2007 às 11:07
Este teu canto ensina-me sempre qualquer coisa.
Um abraço.


De V.A.D. a 18 de Abril de 2007 às 14:13
É agradável saber-se que o que se escreve suscita interesse... :-)

Um abraço


De InsideOut a 18 de Abril de 2007 às 15:49
Olá venho-te com agrado dizer que estás nomeada/o no meu blog entre os 5 blogs que me fazem pensar!:-)
Amigos nomeados devem copiar o selo correspondente e afixá-lo na barra lateral dos seus blogs. De seguida devem nomear os cinco blogs que escolheram e fazer um post a nomeá-los.

Beijinhos!


De V.A.D. a 19 de Abril de 2007 às 01:21
Agradeço a nomeação e refiro que me sinto muito honrado por ter sido escolhido... :-)

Beijinhos


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds