Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Sistema Imunológico

Cada organismo abriga milhões de substâncias que, de certa forma, são apenas suas, e de nenhum outro ser vivo. Todo o sistema imunológico específico se concentra na capacidade que as células imunitárias têm de distinguir as proteínas produzidas pelas células do próprio corpo, das proteínas produzidas por invasores ou por células sob o controle de vírus. Este enorme exército de células especializadas em segurança tem como função identificar e destruir os estranhos. Durante a gravidez, inclusive, estes guardiães são aquartelados para não rejeitarem o “intruso” no útero materno, evitando assim o aborto. O enigma do sistema imunológico tem vindo gradualmente a ser desvendado pela medicina, que reconhece a sua importância fundamental, quer em relação às doenças infecciosas, quer em relação ao cancro, às cirurgias, aos transplantes e até à própria morte. Contudo, este sistema é somente um dos mecanismos biológicos usados para manter em equilíbrio constante o aparato bioquímico da vida. É formado no embrião a partir do intestino ainda em desenvolvimento e a sua acção apoia-se em dois tipos de células: Os linfócitos B e T. Ambos em complexa e estrita cooperação, inibem e estimulam a acção recíproca, através de substâncias que produzem e com as quais reagem. Lidam ainda com outras células, os macrófagos, e o seu objectivo último é absorver, perfurar ou eliminar os estranhos, sejam vírus, bactérias ou substâncias. A saúde é mantida através de uma luta sem fim, na qual o organismo utiliza as armas de que dispõem contra as hordas de invasores que o assolam. O funcionamento deste incrível sistema pode ser afectado por coisas aparentemente distantes. A fome, a tensão, o excesso de tabaco e de álcool podem abrir seriamente os flancos deste exército benigno.

Imagem: Linfócito T (www.jornada.unam.mx/2006/12/08/ls-tratamientos.html)

música: Private Investigation (Dire Straits)

publicado por V.A.D. às 00:57
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De divergência instintiva a 17 de Abril de 2007 às 15:55
Temos por adquirido que o nosso sistema imunológico nos defende e nos protege. No entanto situações há em que as células desse sistema ficam confusas e, em vez de nos protegerem, atacam. Nas doenças auto-imunes, as mesmas células que identificam e atacam o que é estranho ao nosso corpo passam a considerar as nossas próprias células como inimigas e o corpo entra em guerra declarada consigo próprio. Nada há de mais inquietante. Tão inquietante que abala a confiança no nosso próprio corpo. E não há nada mais estranho do que desconfiar do que somos.


De V.A.D. a 18 de Abril de 2007 às 01:25
Assim que li o seu comentário, pensei de imediato numa guerra civil, em que irmãos se digladiam e toda a confiança nos iguais se dissipa...

Cumprimentos


De bcancersurvey a 31 de Maio de 2007 às 21:04
Acerca do Cancro da Mama gostaria de convidar todas as pessoas que como eu passaram pela doença, a participarem sob a forma de questionário num estudo que estou neste momento a realizar. Procuro investigar a existência ou não de padrões entre os doentes nas fases anterior ao aparecimento da patologia, vivência da doença e posterior. Mais informações em http://bcancersurvey.blogs.sapo.pt/. Sónia



De V.A.D. a 1 de Junho de 2007 às 01:21
Acho a sua ideia muito inteligente e de extrema importância.
É-me difícil dar qualquer contributo para o seu estudo porque, felizmente, ninguém que me seja próximo sofreu dessa terrível doença. Contudo, conheço uma senhora que passou por essa provação. Falarei com ela assim que a oportunidade surja, e pedir-lhe-ei que participe.

Cumprimentos.


De bcancersurvey a 1 de Junho de 2007 às 11:43
obrigada . O facto de poder passar a palavra é excelente pois quanto mais pessoas conseguir chegar melhor. Até breve. Sonia


De V.A.D. a 3 de Junho de 2007 às 02:31
Qualquer esforço no sentido de aprofundar o conhecimento sobre o terrível flagelo do cancro é altamente meritório. É meu dever ajudar naquilo que estiver ao meu alcance.
Votos de um óptimo domingo.

Cumprimentos.


De V.A.D. a 13 de Junho de 2007 às 02:32
Por favor, quando puder, visite o meu blog. Esta nomeação pode ajudar a divulgar o seu estudo, ou pelo menos assim o desejo...

Cumprimentos


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds