Domingo, 15 de Abril de 2007

Planeta Terra

Ao longo de incontáveis gerações, os seres humanos não tiveram consciência da magnitude e da beleza do planeta que habitavam. Conheciam um pouco da terra sobre a qual se deslocavam, mas apenas dentro dos limites da pequena área em que viviam. Quantos homens das zonas interiores jamais viram o mar, e quantos homens das planícies nunca conheceram as montanhas! Mas, vivessem onde vivessem, todos eles viam o céu nocturno, cravejado de pontos luminosos, alguns deles em configuração fixa, e outros mudando de lugar a cada noite. Só recentemente é que os humanos descobriram que essas luzes errantes encerram vastas paisagens, tão reais quanto aquelas que os rodeiam. Durante centenas de anos examinaram esses mundos através de telescópios, mas só há poucas décadas é que os mistérios do Sistema Solar começaram a ser realmente desvendados. As luzes do firmamento tornaram-se territórios detalhados e compreensíveis. Repetidas vezes, à medida que uma nave espacial cruzava o espaço rumo a um planeta, os humanos viam um ponto luminoso que crescia lentamente até se tornar uma esfera e depois um planeta pleno de contornos, texturas e cores; algumas vezes, os detalhes continuavam a crescer até que, quando o engenho tocava o solo, os humanos podiam inclusive individualizar as pedrinhas da superfície. Chegaram à Lua e correram os olhos por campos de poeira acinzentada, alternados com crateras e extensões de pó vermelho, cobertas de rochas. Testemunharam súbitas tempestades de poeira sobre Marte, a perpétua tempestade que assola Vénus e os furacões de Júpiter. Mas as imagens mais surpreendentes foram as de um planeta que ninguém havia visto antes a cruzar a escuridão do espaço…

Imagem: Terra Vista da Lua (http://cache.eb.com/eb/image?id=65046&rendTypeId=4)

música: Look On Down From The Bridge (Mazzy tar)

publicado por V.A.D. às 21:35
link do post | comentar | favorito
|

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds