Segunda-feira, 26 de Março de 2007

Megalitismo

"Escondidos sob frondosos montados de azinheiras e sobreiros, ou espreitando por cima de campos de seara, mais de meio milhar de antas e uma vintena de menires guardam as lendas, os sonhos e as angústias das primeiras comunidades de pastores e agricultores, que há mais de cinco mil anos os ergueram"

Os megálitos (do grego mega, grande, e lithos, pedra), apesar do seu nome, não englobam somente enormes construções de pedra, mas também edifícios de pedra e terra ou de madeira e terra, denominadas megaxylon. Foram construídos com diversas formas: circulares, como túmulos rectangulares alongados com câmaras sepulcrais, as antas, em círculos de pedra ou madeira, chamados cromeleques, e também assumindo a forma de enormes pedras fincadas verticalmente no terreno, conhecidas por menires. A construção de grutas artificiais (tholoi), ou a utilização de grutas naturais para a concretização de cultos funerários é também uma característica deste fenómeno cultural do período Neolítico. Na Europa, os megálitos mais antigos datam do quinto milénio A.C., e a sua natureza é difícil de definir. Ainda se discute se o megalitismo tinha conexão apenas com o culto dos mortos, ou se implicava também alguma crença no além, ou se representaria alguma forma de religiosidade baseada na Natureza e na astronomia. De qualquer maneira, dele comungaram culturas amplamente separadas no espaço e tendo, de resto, bem pouco em comum. A cultura campaniforme, por exemplo, que construiu os megálitos da Europa Central, era desconhecida nas regiões ocidentais do continente onde, nessa mesma época, estavam em desenvolvimento outras culturas megalíticas. O megalitismo espalhou-se muito rapidamente, o que demonstra que na altura as comunicações entre grupos humanos eram mais dinâmicas do que se julgava possível até há um tempo atrás. Das ilhas do Mediterrâneo, da península Ibérica e da França, alcançou as Ilhas Britânicas, e difundiu-se para o leste, a partir do seu centro atlântico. Se se tratou da simples difusão de uma ideologia ou se, para além disso, comportou também movimentos de populações, é uma questão que ainda espera resposta.

Imagem: Stonehenge (http://antwrp.gsfc.nasa.gov/apod/image/0606/stonehenge_strasser_big.jpg)

música: Asleep From Days (Mazzy Star & Chemical Brothers)

publicado por V.A.D. às 00:41
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Emanuela a 26 de Março de 2007 às 01:18
Olá. Tema super interessante e muit atual. Também tenho procurado ler à respeito... Estou em busca de mim mesma e isso perpassa todo um passado remoto da humidade. Abraços!


De V.A.D. a 26 de Março de 2007 às 01:54
Olá :-)
Carregamos nos nossos genes a longa linhagem humana, que remonta a algumas centenas de milhares de anos, e compreender o passado ajuda a que nos possamos compreender a nós próprios.
Espero que a busca que menciona seja bem sucedida.

Cumprimentos


De fofinha a 26 de Março de 2007 às 11:13
ola, amiguito

td bem? Tens um blog mt à frente! Parabéns. Os posts estão mt bem pensados

Continua assim
Vou continuar atenta ao teu blog. Visita o meu

Bjs


De V.A.D. a 26 de Março de 2007 às 14:11
Olá :-)
Agradeço o teu comentário e sim, irei visitar o teu blog.

Cumprimentos


De joana a 24 de Junho de 2007 às 12:55
ola
os tholos/tholoi não são considerados grutas artificiais mas sim um modo construtivo oriundo da zona do Egeu. razão pelo qual muitos acreditavam que o megalitismo tinha origem no oriente que numa onda se propagou para ocidente, o que não se confirma. é de facto um tema muito interessante mas não tão simples como se pensa. estas construções estão associadas a um conjunto de transformações muito complexas, passando pela questão da fixação à terra, pelo culto dos antepassados e por uma grande simbologia, já para não falar do crescimento e legitimação de um poder elitista. no entanto, parabens pelo texto é muito bom que se escreva sobre estes temas. abraço


De V.A.D. a 25 de Junho de 2007 às 02:19
Agradeço o teu comentário e a correcção que nele está contida. Não sou um perito nesta e em tantas matérias sobre as quais escrevo, mas interesso-me por tudo o que seja Conhecimento. A pré-história e a história em geral fascinam-me, porque considero que só conhecendo o passado podemos entender o presente. A tua participação neste espaço, através de comentários ou de sugestões, é sempre bem-vinda.

Um abraço...


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds