Terça-feira, 13 de Março de 2007

Música

O vibrante crescente de uma orquestra pode-nos encher de lágrimas ou provocar arrepios na espinha. A música adiciona emoção nos filmes. Os pais cantam suaves cantigas para adormecer os bebés. Quando ouvimos um tema antigo, vêm-nos à mente imagens da nossa juventude, e sentimos a melancolia de um passado que foi o nosso. A música cerca-nos, e estamos ligados a ela. Este apego tem raízes profundas; o Homem faz música desde o alvorecer da cultura. Mais de 30000 anos atrás, os nossos ancestrais já tocavam flauta feita de osso, instrumentos de percussão e certos tipos de harpa. Todas as sociedades conhecidas do mundo tinham ou têm algum tipo de expressão musical. Na verdade, o nosso gosto pela música parece ser inato. Os bebés de apenas dois meses de idade já se voltam na direcção de sons harmoniosos e agradáveis, e tentam afastar-se dos dissonantes. Quando ouvimos aquele tema especial, nos faz arrepiar, os centros de prazer activados no cérebro são os mesmos que são estimulados quando comemos chocolate, ou quando mantemos relações sexuais.  A música é universalmente amada e singularmente poderosa na sua capacidade de tanger as cordas da emoção...

Imagem: Screen Music (http://home.wangjianshuo.com/archives/2003/10/16/screen-music-by.jianshuo.png)

música: Indaco Dagli Occhi Del Cielo (Zucchero)

publicado por V.A.D. às 02:20
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De InsideOut a 13 de Março de 2007 às 10:56
A música é poderosa.


De V.A.D. a 14 de Março de 2007 às 01:23
A música é poderosa porque é mais do que uma forma de arte; é um caminho directo para as emoções.

Cumprimentos


De InsideOut a 15 de Março de 2007 às 01:06
Bela frase, VAD!
:-)


De V.A.D. a 15 de Março de 2007 às 02:28
Obrigado :-))


De Emanuela a 11 de Agosto de 2007 às 19:11
O maravilhoso mundo da música, que nos transporta a lugares e mundos inimaginados...Um beijo!


De V.A.D. a 13 de Agosto de 2007 às 02:03
A música é muito poderosa. Atentemos, por exemplo, nas bandas sonoras das obras cinematográficas: a música serve não só para complementar a imagem; empregue da forma adequada age como um amplificador, fazendo com que o impacto de certas cenas seja muito mais profundo…
Boa semana!

Um beijo... :-)


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds