Terça-feira, 6 de Março de 2007

Os Paraísos Artificiais

"A cidade, esfumada pela bruma e pelas frouxas claridades da noite, representava a Terra, com os seus desgostos e os seus túmulos, situados lá para trás, mas não totalmente esquecidos, nem fora do alcance da minha vista. O Oceano, com a sua respiração eterna, mas alimentada por uma vasta calma, personificava o meu espírito e a influência que governava então. Parecia-me que pela primeira vez me mantinha à distância e fora do tumulto da vida, que o ruído, a febre e a luta estavam suspensos; que uma pausa fora concedida às secretas opressões do meu coração, um repouso feriado, uma libertação de todo o trabalho humano. A esperança que floresce nos caminhos da vida não contradizia já a paz que habita nos túmulos; as evoluções da minha inteligência pareciam-me tão infatigáveis como os céus, e contudo todas as inquietações estavam aplanadas por uma calma alciónica. Era uma tranquilidade que parecia o resultado, não da inércia, mas do antagonismo magestoso de forças iguais e poderosas: actividades infinitas, infinito repouso!"

Excerto de Os Paraísos Artificiais de Charles Baudelaire, poeta e crítico francês, por muitos considerado o precursor da poesia moderna, por ter concedido a toda a realidade o direito de ser submetida ao tratamento poético. Publicada em 1860, esta obra é uma viagem, também auto-biográfica, ao mundo do ópio e do haxixe, drogas  que tantas vezes lhe serviram para estimular a inspiração, mas onde o autor reconhece o perigo de tais hábitos.

Imagem: Cidade-Nevoeiro-Noite (www.charlescampbellgallery.com/gmo/images/full-City-Fog-Night-1A.jpg)

música: I Drove All Night (Roy Orbison)

publicado por V.A.D. às 01:39
link do post | comentar | favorito
|

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds