Sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Tormenta

“Estava hirto sobre a lhanura do promontório basáltico, as pernas ligeiramente afastadas, os braços descaídos, a barba grisalha e as roupas negras flutuando ao vento, os olhos encovados e sem pestanejo contemplando sem ver a face plúmbea do oceano revolto que se esmagava em ondas furiosas de encontro ao alcantilado da rocha, uns quarenta metros abaixo, a espuma em grandes cachos elevando-se, desfeita em gotículas de maresia. Aves marinhas, brancas e pretas, descrevendo graciosas curvas no ar morno da tarde primaveril, fugiam dele com pequenos gritos, as suas alminhas tornando-se subitamente doloridas perante a austeridade daquela figura ascética. Talvez invocasse a tormenta eléctrica que se formava ao largo, os cúmulos-nimbos agigantando-se por sobre o horizonte, os primeiros relâmpagos enchendo de centelhas energéticas o céu baixo, o ribombar dos trovões acrescentando-se, impetuoso, ao rumor vibrante do mar embravecido. Talvez aplacasse alguma tempestade interior, as inquietudes e angústias que por todos perpassam encontrando apaziguamento naquele majestoso cenário, a sublime entrega à natureza acalmando algum desvario louco que se lhe tivesse apossado da mente. Talvez ambas as coisas…”

V.A.D. em Tormenta

Imagem: Trovoada (www.bigsurcalifornia.org/images2/lightning2a.jpg)


publicado por V.A.D. às 03:00
link do post | comentar | favorito
|
22 comentários:
De Emanuela a 2 de Maio de 2008 às 03:16
Contemplar a natureza, seja na sua força, seja na sua singeleza é capaz de afastar, muitas vezes, os fantasmas que nos atormentam. A força de uma tormenta é um cenário tão fantástico que parece quase irreal...Bonita a tua descrição. Quase deu para sentir o cheiro da tempestade. Desejo, amigo, que na tua alma não haja tempestades assim. Que tudo possa ser calma e serenidade e brilhe uma luz suave para te iluminar.
Um beijo


De V.A.D. a 3 de Maio de 2008 às 02:20
Existe algo de muito intenso e apaziguador, na contemplação do mar em dias de tempestade... As questões que nos possam atormentar adquirem um novo e menos importante significado, a noção de que a natureza é infinitamente bela poderosa fazendo-nos esquecer a mesquinhez dos nossos próprios problemas... :-)

Amiga, é mera ficção, a descrição que faço no texto... :-)
Agradecendo as tuas gentis palavras, desejo-te uma óptima noite e um magnífico fim-de-semana!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De TiBéu ( Isa) a 2 de Maio de 2008 às 14:08


De V.A.D. a 3 de Maio de 2008 às 02:21
:-) Votos de uma óptima noite e de um magnífico fim-de-semana!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De Anónimo a 2 de Maio de 2008 às 14:54
Em pontos geograficos diferentes...sentimos o mesmo perante esse cenário....impunente,sem dúvida!Espero que consigas apaziguar essas inquietudes e angustias.
Sabes, esse majestoso cenário, tem sido a base,para ter força para lutar contra outros cenários,em nada majestosos! Tudo de bom para ti)))))))))
Sofia 2


De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 03:29
Sempre achei que a visão do oceano em dias de tempestade(s) pode ser algo de verdadeiramente magnífico e apaziguador... :-)
Felizmente, amiga, as inquietudes e angústias são atribuídas apenas à personagem retratada; a ficção é algo que me apaixona, na medida em que me permite escrever sobre quase tudo sem necessariamente sentir na pele as situações que vou imaginando... Contudo, não posso deixar de agradecer as tuas amabilíssimas palavras... :-)

Votos de uma óptima noite e de um excelente domingo!

Um beijo e um enormeeeeeeeeee sorriso... :-)


De Fisga a 2 de Maio de 2008 às 16:34
Perante uma tempestade desta natureza, não se encontra facilmente um abrigo seguro. A não ser quando isso é possível, acima da tempestade algumas dezenas de metros. Um abraço.



De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 03:31
Caríssimo amigo, por vezes o abrigo mais seguro está mesmo na nossa paz interior... A visão de uma tempestade assim pode até contribuir para que ela seja atingida... :-)

Desejo-lhe uma óptima noite e um excelente domingo!

Um abraço.


De Fisga a 4 de Maio de 2008 às 11:18
O meu amigo tem toda a razão: Em especial quando se trata de pessoas muito emotivas como eu, neste caso felizmente não foi a esse ponto, apenas quis demonstrar como você é capaz de fazer um retrato que mais parece uma coisa real. Um abraço e bom Domingo.




De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 22:38
A emotividade é uma das características mais extraordinárias da condição humana. Aprendemos a lidar com ela, ao longo da vida, ajudados muitas vezes pelo contacto com a natureza em todo o seu esplendor.
Agradecendo as suas palavras, amigo, desejo-lhe uma óptima noite e uma semana magnífica!

Um abraço.


De Pérola a 2 de Maio de 2008 às 22:22
Nada melhor do que contemplar a natureza, quando necessitamos de nos encontrar com nós mesmos. :)

Um excelente fim-de-semana, amigo, e um beijinho!


De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 03:35
Subscrevo na íntegra, amiga! A visão de algo assim, de tão grande imponência, pode contribuir para a pacificação, o mar e a tempestade fazendo-nos perceber que embora insignificantes, temos um lugar que é nosso por direito próprio... :-)

Agradecendo as tuas palavras, desejo-te também uma óptima noite e um magnífico domingo!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De Cöllyßry a 3 de Maio de 2008 às 18:32
Vezes há que a loucura nos envade...e que manto esse para a apaziguar...

Doce meu beijo, e um belissimo resto de noite...


De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 03:43
O contacto com a natureza, a visão das suas manifestações de grande imponência, a simples contemplação do mar... Tudo isto me deslumbra, trazendo-me uma indescritível paz interior... Embora ficcionada, a personagem não deixa de ser um reflexo de um pedacinho de mim... :-)

Votos de uma magnífica noite e de um excelente domingo, amiga!

Um beijo e um enormeeeeeeeeeee sorriso... :-)


De Café com Natas a 3 de Maio de 2008 às 18:53
Ó nino VAD, tu por acaso já foste ver a Flor da Lua da Poeta?
Ai o meu canário!!!
Vai lá, está lindo e é para ti!
Beijinho e bom fim de semana.
Quanto ao teu post... Talvez...
(muito bom, eu repetindo-me)


De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 03:50
Ó nina Café com Nata, fui ver sim... Aliás, fui mais depressa porque tu tiveste a amabilidade de me alertar... :-) Tenho andado completamente perdido nos labirínticos meandros de uma inusitada escassez de tempo, algo que pretendo corrigir nos próximos dias... Veremos se consigo... :-)

Fiquei extremamente sensibilizado com o soneto, mas ainda mais com as manifestações de enorme gentileza para comigo, reveladas nos comentários... :-)

Hummm... Despacha lá essas férias, ouviste...?

Desejo-te uma óptima noite e um magnífico domingo!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De poetaporkedeusker a 3 de Maio de 2008 às 23:28
E lá venho eu com as minhas dulcíssimas memórias...
eu e o meu avô poeta - teria eu os meus quatro ou cinco anos quando o ritual começou - adorávamos ir para aquilo a que chamávamos "a varanda do quarto"
contemplar as tempestades eléctricas. Ainda hoje gosto de me perder numa grande trovoada, mas nunca mais encontrei nelas o fascínio dos momentos em que as contemplava com o meu avô...
Já vi que viajaste no tempo no teu post anterior. E é capaz de ser exactamente assim, é...
Um abraço e um bom domingo para ti V.A.D. :-)


De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 22:46
Na verdade, aquilo que somos e até a maneira como encaramos a existência depende em muito daquilo que vivemos na infância, altura que o carácter se forma. Se as recordações dessa época são agradáveis, podemos recorrer a elas para apaziguar as nossas inquietudes... :-)

Gosto de tempestades eléctricas... Fazem-me perceber o quão insignificante sou perante a grandiosidade da Natureza...

No breve conto em dois capítulos, viajei para o futuro, a velocidade da luz encerrando paradoxos que, quem sabe, um dia serão melhor entendidos... :-)

Votos de um excelente final de domingo e de uma semana muito, muito agradável!

Um beijo e um enorme sorriso... :-)


De TiBéu ( Isa) a 4 de Maio de 2008 às 09:46
Acho que não tenho os meus pais e que arranjei um gr amigo. Sempre atento aos meus posts e quase sempre o primeiro a deixar um palavras carinhosa. Obrigada V.A.D .. Sim estou triste por mão ter cá a minha mãe e ainda por cima faz anos neste dia que faleceu. Mas.... estou feliz porque sou mãe de dois rapazes maravilhosos , Bjs para ti e aparece sempre. bjbj


De V.A.D. a 4 de Maio de 2008 às 22:54
Amiga, lamento profundamente que não possas já desfrutar da presença dos teus pais. Sei o quão importantes eles são, mais pelo amor que podem dispensar aos filhos do que pelos simples laços sanguíneos...

Não precisas de agradecer nadinha...! Gosto do teu blog, da forma simples e profunda como te revelas pela escrita, da sensibilidade que deixas transparecer a cada texto. É um enorme prazer visitá-lo.

Desejo-te uma óptima noite e uma semana muito, muito agradável, amiga!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De TiBéu ( Isa) a 5 de Maio de 2008 às 16:02
Lindo o que escreves bj de amizade


De V.A.D. a 6 de Maio de 2008 às 01:33
Obrigado, amiga. As tuas palavras enchem-me de contentamento.

Desejo-te uma excelente noite!

Um beijo e um enormeeeeeeeeeee sorriso... :-)


Comentar post

.quem eu sou...

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds