Domingo, 16 de Março de 2008

Antiquitera (I)

Prefácio

 

Foi há pouco mais de um ano que entrei em contacto com este fabuloso mundo da blogoesfera, que me tem surpreendido de forma muito positiva, seja pela aprazibilidade de alguns lugares que vou descobrindo e visitando com regularidade, seja pela extraordinária qualidade de alguns textos. Os comentários fazem dos blogs lugares abertos, trazendo uma enorme riqueza e complementaridade àquilo que se vai escrevendo. Mas, pode-se ir mais além, as parcerias representando experiências deveras interessantes. Nesse sentido, enderecei um convite à Sophia do Flip Side, para que escrevêssemos um conto. Espero que o resultado seja do agrado de quem gentilmente nos lê…

 

 

“O sol ia baixo, a oeste, descendo sobre os mastros despidos dos navios de grande calado que enchiam o Eunostos de marinheiros e de fazendas de toda a sorte, as riquezas do mundo conhecido sendo comercializadas numa vozearia que enchia de vida um final de dia excessivamente quente, o ar pesado de humidade e fumo causando aquela ténue mas indissipável impressão de desconforto de todas as mediterrânicas tardes estivais. À minha frente, separando o porto mercantil dos arsenais e das guarnições militares, o Heptaestádio estendia-se mar adentro, ligando o continente à ilha onde, havia mais de um século, tinha sido erguida a impressionante obra de Sóstrato de Cnido a mando de Ptolomeu, trezentos côvados de altura, sobre a base quadrada de erguendo-se a esbelta torre octogonal, no topo levantando-se um cilindro para uma cúpula aberta onde o fogo que iluminava o farol era mantido noite e dia. Lá no alto, a magnífica estátua de Poseidon velava, infatigável, pela tranquilidade das águas de um azul profundo, o mármore reluzente captando as tonalidades do crepúsculo. Estuguei o passo, o papiro entregue pelo meu secretário referindo o pôr-do-sol como a hora do encontro, a misteriosa assinatura revelando um nome feminino definitivamente estrangeiro, a premência do convite deixando-me a arder de curiosidade…”

V.A.D.

V.A.D. e Sophia em Antiquitera

Imagem: Farol de Alexandria (www.tresd1.com.br/Contest/c07-civilizacoes/Pedro-Miguel-Varanda.jpg)


publicado por V.A.D. às 15:00
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Cöllyßry a 16 de Março de 2008 às 20:16
Li e reli, fiquei tambem eu curiosa...

Doce beijo


De V.A.D. a 16 de Março de 2008 às 23:17
Olá, amiga! :-) Espero que o desenvolvimento do conto possa corresponder às expectativas.
Obrigado pela tua visita e pelas tuas palavras, sempre gentis.

Desejo-te uma óptima noite e uma excelente semana!

Um beijo e um enormeeeeeeeeee sorriso... :-)


De perola a 16 de Março de 2008 às 20:47
Ainda bem que vieste para a blogosfera, amigo, escreves muito bem, e noto que fazes do blog uma forma de cresceres. Por isso, os meus parabéns! ;)
E obrigada também por me seguires pelos meus cantos e por teres sempre uma palavra de amigo para me dar. :)

Gostei da ideia do conto e vou esperar por mais.

Beijinhos!


De V.A.D. a 16 de Março de 2008 às 23:22
Obrigado, amiga. As tuas palavras, sempre cheias de amabilidade, representam para mim um enorme incentivo, para além de serem motivo de grande satisfação.
O blog é, tal como o título indica, um lugar onde tento perceber quem sou, através da exposição de alguns dos meus entendimentos... Creio que, no processo, tenho amadurecido... :-)

Espero que as expectativas em relação ao conto possam vir a ser correspondidas...!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De poetaporkedeusker a 17 de Março de 2008 às 00:38
Ai,ai,ai, que tu és muito produtivo e quando penso que ainda estás no antigo Egipto, tu já chgaste a Antiquetera... e acompanhado da Sophia!
Também é longa a tua viajem!
Abraço grande para os dois!


De V.A.D. a 17 de Março de 2008 às 14:16
Bem, amiga, na verdade regressei ao Egipto, mais propriamente a Alexandria, num conto que está a ser escrito em parceria com a Sophia.

A "Clepsidra" é uma história que ainda pode vir a ter desenvolvimentos... Veremos... :-)

Obrigado pelas palavras e pelo abraço, retribuído e acompanhado de...

Um beijo e um enormeeeeeeee sorriso... :-)


De poetaporkedeusker a 17 de Março de 2008 às 23:50
Ai que eu não tinha reparado que estavas em Alexandria! Mil perdões! É no que dá andar a dormir 2 ou 3 horas por noite e andar a tentar ser ubíqua...
Olha, meu amigo, estou mesmo muito cansada. Tenho muitos animais que não posso nem quero deixar de tratar e estou a atravessar uma fase de intensa criatividade poética. Talvez a mais intensa e produtiva de toda a minha vida. É bom! É mesmo muito bom... mas o físico está a ceder!
Mas fica na tua Antiquitera onde o tempo se vivia, decerto, mais suavemente.
Abraço!
Ps - Gosto muito deste vocábulo. Tem uma sonoridade espectacular. Estou a falar de Antiquitera.


De V.A.D. a 18 de Março de 2008 às 02:25
Oh, amiga, é natural que nem sempre possamos estar atentos a tudo quanto gostaríamos... Sempre a velha questão do tempo que, por mais que queiramos, nunca estica... :-S
Fico contente por estares a atravessar uma fase assim, criativa. Prometo que irei visitar o teu espaço, assim que possível. Hoje, e dado que estou terrivelmente engripado, vou dar por concluídas as minhas lides blogoesféricas, ehehehhe.

Antiquitera é uma ilha grega, ao largo da qual se deu um naufrágio... E mais não digo... ;-)

Desejo-te uma magnífica noite!

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De poetaporkedeusker a 18 de Março de 2008 às 22:44
Pois, como todo o bom escritor de Ficção, sabes manter o suspense...
Desculpa estar um pouco apressada, mas estive todo o dia fora de casa, tenho 23 comntários e mails para agradecer... e estou quase a morrer d sono porque me levantei às 5.00h.
Abraço e o enormeeeeeeeeeeeeeeeeee sorriso! :-)


De V.A.D. a 19 de Março de 2008 às 01:05
Há que tentar mantê-lo... :-)
Ora, não há nada a desculpar, amiga...! Sei que há prioridades... :-)

Desejo-te uma magnífica noite!

Um beijo e um enormeeeeeeeeeee sorriso... :-)


De emanuela a 17 de Março de 2008 às 00:55
Parabéns pela iniciativa e pela parceira amigo. A Sophia é alguém que expressa-se maravilhosamente bem e certamente o conto será interessante.
Beijinhos


De V.A.D. a 17 de Março de 2008 às 14:19
Agradeço as tuas palavras de incentivo, amiga. A Sophia é uma jovem pela qual nutro uma profunda admiração, e que tem mostrado uma enorme habilidade na escrita.

Espero que o conto possa vir a corresponder às expectativas... :-)

Desejo-te um magnífico dia!

Um beijo e um enormeeeeeeee sorriso... :-)


De ligeirinha a 17 de Março de 2008 às 08:18
Aqui vai o "meu papiro" desejando-te um aboa semana! Beijinhos! Ligeirinha meia adormecida!


De V.A.D. a 17 de Março de 2008 às 14:28
Obrigado, amiga :-) Também te desejo uma semana agradabilíssima.

Espero que o conto agora iniciado se possa revelar de algum interesse... :-)

Um beijo e um enormeeeeeeeee sorriso... :-)


De **** a 17 de Março de 2008 às 19:30
"O sol ia baixo, a oeste, descendo sobre os mastros despidos dos navios de grande calado que enchiam o Eunostos" - Um começo dum novo conto no qual tomo uma posição ligeiramente diferente da regular...

Uma óptima hora do dia para marcar um encontro, com a eminência do astro maior nesse distante país sob um conjunto de tonalidades quentes que tanto o caracteriza. Uma paisagem óptima, de onde se vê a " esbelta torre octogonal", uma das setes eleitas por Antípatro de Sídon. E um texto que ultrapassa um pouco essa caracterização de óptimo...

Não deixemos então este personagem consumir-se em "curiosidade" e continuemos...

Beijos,
Sophia


De V.A.D. a 18 de Março de 2008 às 02:30
O pôr-do-sol é uma altura propícia a encontros, a magia do mediterrâneo ajudando a criar uma atmosfera de mistérios perdidos nas brumas do tempo, o farol primeiro como cenário majestoso...

Mais uma vez te reafirmo o meu contentamento, por teres aceite tão amavelmente o meu convite. A tua escrita sempre me surpreendeu pela positiva e, amiga, a prova da excelência é o capítulo já por ti construído...!

Desejo-te uma noite agradabilíssima!

Um beijo e um enormeeeeeeeeeee sorriso... :-)


De dhyana a 19 de Março de 2008 às 23:03
A arder de curiosidade, estou eu.
Olá... já falamos mais adiante, é que ouvi falar num nome feminino definitivamente estrangeiro...


De V.A.D. a 20 de Março de 2008 às 02:10
Olá, amiga :-) Espero que estejas bem! É uma enorme alegria ler-te aqui...!
Mais uma incursão pelo fantástico mundo da ficção, num conto que também tem algo de histórico, para além de envolver uma forte componente mitológica, dois mundos completamente desligados sendo unidos por uma escrita a duas mãos que espero agradável... :-)

Desejo-te uma magnífica noite!

Um beijo e um enormeeeeeeeeee sorriso... :-)


Comentar post

.quem eu sou...


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Curvatura

. O horizonte de eventos e ...

. Subjectividade

. O "capacete de deus"

. Apontamento (II)

. Apontamento

. Alter Orbe (II)

. Alter Orbe (I)

. Marte

. Regresso

.arquivos

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Fevereiro 2012

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Março 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Blog Nomeado Para:

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds